segunda-feira, 14 de outubro de 2013

O que é Vácuo Quântico


Podemos definir o vácuo quântico como sendo o mais baixo estado de energia do universo, mas que mesmo assim é capaz de criar partículas, e sob determinadas condições, até mesmo matéria. Tanto que alguns cientistas acreditam que nosso universo se originou do vácuo quântico, que sob uma determinada condição, criou as partículas primordiais, dando origem ao Big Bang.
















O Átomo

Toda matéria é composta por átomos. Cada átomo possui um núcleo formado por prótons e nêutrons, que por sua vez são formados por partículas chamadas quarks up down. Existem outras partículas que orbitam o núcleo do átomo, que são elementares e não possuem composição – os elétrons. Há ainda o glúon, partícula elementar responsável por manter o núcleo do átomo unido, atuando como se fosse uma “cola”. 



















Se um átomo fosse do tamanho do Estádio do Maracanã, seu núcleo seria do tamanho de uma bolinha de gude, e seus elétrons do tamanho de grãos de areia.
Contudo, todo esse espaço restante é formado por campos gravitacionais e eletromagnéticos, denominados flutuações quânticas de vácuo. Logo, podemos concluir que a matéria é formada por flutuações de energia do vácuo quântico.


O vácuo quântico segundo o professor Helio Couto, para conhecer o trabalho do professor Helio Couto acesse: http://www.heliocouto.com/

"Várias vezes, o Hélio já fez, aqui, já propôs essa abstração, para que vocês possam entender. Se nós pusermos um microscópio aqui na testa dele (indica uma pessoa da plateia) e formos aprofundando veremos: células, moléculas, átomos, prótons, elétrons, quarks, Bóson de Higgs, ou supercorda e depois, um oceano primordial de energia pura, chamado de Vácuo Quântico. Existe isso? Existe. O Efeito Casemir prova isso. Quando há duas placas e você tira toda e qualquer coisa entre elas, elas são atraídas - gravidade quântica. A força Van Der Waals faz com que a lagartixa fique grudada numa superfície de vidro, porque os pelos das patinhas dela estão tão próximos, dos átomos, do vidro, que o Efeito Casemir acontece – pura Mecânica Quântica, a patinha da lagartixa.

E na testa dele? (indica outra pessoa no auditório) se fizermos a mesma coisa? Chegaremos ao mesmo lugar, uma onda de energia. E nesse ar que tem aqui entre eles aqui (entre duas pessoas da plateia)? Isso aqui existe. É uma substancia. Não é porque vocês não estão enxergando que não existe. Se pusermos um microscópio aqui, também chegaremos ao mesmo lugar. E a cadeira? E o carpete? E a parede? Pode-se fazer isso em qualquer superfície, em qualquer coisa que exista, e se chegará ao mesmo lugar, e só aprofundar.
Existe uma única onda de energia. Onda, a mesma coisa que o seu celular capta, que vem aí pelo ar. Se formos à Lua, e pusermos o microscópio lá, numa pedra, chegaremos ao mesmo lugar; se formos a Marte, chegaremos ao mesmo lugar. Se formos daqui a 90 bilhões de anos luz, chegaremos ao mesmo lugar.

Por que não dá para entender isso? Na internet tem até filmes simplificados, mostrando essa aproximação, tanto no micro, quanto para o macro, o Universo inteiro. E tem o número de vezes que você aproxima, não é? É o Espaço de Planck 10-³³, é a menor distância possível. Como que não dá para ver isto? Está claro isso? Se puser um microscópio, chegará lá; onde quer que se coloque o microscópio, em qualquer coisa que exista. Aparentemente está claro para os que estão aqui na palestra, porque para o resto da humanidade ainda não está claro.
A capacidade humana, no momento, só chega a olhar um elétron, por tunelamento quântico; que dizer, você só olha o mundo quântico se usar uma ferramenta quântica. Ele vai passando pela superfície e ultrapassa qualquer obstáculo que tenha para baixo, por isso chama-se tunelamento quântico, isto é, ele desaparece “daqui” e aparece “aqui”. Ele está no Universo local (mostra a palma de mão aberta e aponta primeiro na superfície superior da mão e depois aponta na superfície inferior) ele não aparece no não local e aparece de novo no local (mostra as costas de sua mão esquerda).

Então, vai-se até o elétron. Mas por todas as pesquisas e a matemática e os laboratórios, aquele supercolisor de Genebra, etc., etc. Já se sabe que a matéria, a massa, emerge deste Universo, vácuo primordial, oceano primordial, Vácuo
Quântico. O nome não importa. É pura energia. Não existe massa. Em termos de termologia dos físicos. Só existe energia. E a bomba mostrou isso. Lembra a fórmula do Einstein? Tanto faz matéria quanto energia. Com aquela fórmula foi desenvolvida a bomba atômica. Quando se liberta um pouquinho da energia que tem dentro de um átomo. Senão nada desta parafernália funcionaria. Fisicamente, não existe este microscópio e será muito difícil ser construído pelas próprias limitações da Mecânica Quântica. Mas, isso não é impedimento algum. O Vácuo Quântico é uma onda pura. Pura onda.

Quem é você? Do que você é feito?

Plateia: Pura onda.

Prof. Hélio Couto: Exato. De outra pura onda. 

Então. Qual o problema de conhecer o que existe no nível mais profundo da realidade?
A sua pergunta, sobre onde existe o microscópio, mostra a problemática. Nós precisamos do microscópio? Por isso que sempre é necessário voltar lá atrás. Tudo é uma dualidade onda/partícula. É por isso que, inevitavelmente, em toda aula, em toda palestra, ad infinitum, se tem que voltar na dupla fenda, que provou que partícula e onda são duas faces da mesma moeda. É tudo uma coisa só. Você trabalha partícula ou você trabalha com a onda. Você que escolhe – o observador. Se isso tivesse sido entendido, não haveria esta pergunta, porque já saberia que, para acessar o Vácuo Quântico, não precisa de máquina partícula alguma. Só a onda do seu pensamento, a sua própria onda já está em contato com Ele."

Trecho do livro Akhenaton prof. Helio Couto.

3 comentários:

  1. Genial, porque existe e a probabilidade de comprovarmos isso está no nosso pensamento. Estúpido se comentasse a experiência que tive, pois ninguém acreditaria, rsrsrsrs....Parabéns pela explicação.

    ResponderExcluir
  2. O universo caminha para um equilibrio geral de energia, quando aconteçerá? quanto mais perto da realidade mais perto da verdade...

    ResponderExcluir